Quem Somos

História

Quando nosso querido pai Jaime Gimbernau Balagué nos ofereceu a casa para montarmos a Escola, não suspeitávamos que fossemos iniciar um longo e fascinante caminho dentro do mundo da educação de crianças.

Mais precisamente no dia 9 de março de 1990, começamos as aulas depois da reforma da casa ,que levou aproximadamente um ano para ser concluída. As janelas, corrimãos, banheiros, pintura e classes estavam tudo pronto. Em 1990, ano em que foi eleito como presidente Fernando Collor de Mello. Depois de 7 dias de funcionamento da Escola, no dia 16 de março, logo após tomar posse, o presidente assinou medidas provisórias e decretos visando o re-ordenamento da economia nacional.
O pacote econômico mexeu particularmente com vários planos que a princípio tínhamos para a Escola. Depois de mais de duas décadas, podemos avaliar nossa jornada junto às educadoras competentes, através de um trabalho sólido e utilizando uma proposta adequada às faixas etárias.

Proposta Pedagógica

Fundada em 1990, a Gimbernau mantém uma proposta inovadora de ensino, que somada ao profissionalismo e à iniciativa, reforça o compromisso da instituição de cumprir sua missão de ensinar com carinho e responsabilidade, preparando a criança para os desafios do mundo.

O espaço físico foi definido para a integração dos educandos, contribuindo para o aprendizado sobre o mundo físico, social e lógico, onde a criança tem a oportunidade de se deparar com limites e desafios. Levando em consideração as linguagens expressivas (oral, corporal, plástica, gráfica e musical), a organização do raciocínio lógico e as ciências, os alunos são encorajados a pensar ativa, crítica e autonomamente.

Na Escola, os interesses e as necessidades dos alunos são respeitados de acordo com o seu desenvolvimento natural. O objetivo está em poder ajudá-los a pensar mais e melhor, resgatando os valores essenciais do ser humano para que cada um atue na sociedade pela melhoria da qualidade de vida, desenvolvendo gradativamente a personalidade, cooperação, autonomia e a cidadania.